Firelight - Sophie Jordan

Postado por Bia Carvalho

terça-feira, 3 de maio de 2011

"Na ponta dos pés, salto para o ar. Minhas asas batem, finas membranas que se esticam ao me tirar do chão.
Com uma pirueta, começo a planar (...)
(...) O vento sopra sobre nós e a doce luz do sol beija nosso corpo. Quando estamos alto o suficiente, ela se deixa cair, desce a toda, cortando o ar em parafuso."




A História: E quem disse que dragões não existem? Em Firelight, além de existirem, eles possuem também uma forma humana e dons especiais, e é assim que vamos conhecer Jacinda, uma dessas draki . Ela é a única "cuspidora de fogo"em gerações e por isso ela se torna protegida, quase uma propriedade do clã, inclusive prometida ao filho do líder, Cassian.
Sua irmã Tamra, é outra história. Gêmea de Jacinda, ela simplesmente nunca incorporou seu draki, e isso, além do fato de Jacinda estar prometida em casamento aos dezesseis anos, faz com que sua mãe decida fugir.
Elas partem para o "mundo real", mas Jacinda não se sente feliz tentando ser simplesmente humana, principalmente quando sente que seu draki está começando a morrer lentamente.
Mas é quando ela conhece Will, que tudo parece se encaixar. Com ele, seu draki se manifesta, com ele, ela sente que pode ser feliz naquele novo lar.
Entretanto, ela sabe o perigo que corre com Will e sua família, afinal, eles são caçadores de drakis, e esse romance pode colocar ela e o segredo de seu clã em perigo.

Minha Opinião: Firelight é um livro que está na minha lista de desejados desde que foi lançado nos EUA. Gostei da premissa diferente de uma menina que pode incorporar um dragão, e senti que teria em minhas mãos uma hitória muito original.
No início do livro não consegui me empolgar com a história. O enredo era bom, mas parecia que a autora não iria se aprofundar nos personagens ou em seus sentimentos, apesar das descrições das sensações de Jacinda ao voar serem incríveis. Pensei que seria um livro que iria me decepcionar por causa da minha alta expectativa, mas felizmente não foi. A história foi crescendo e me envolvendo de uma forma, que até agora, horas depois de ter terminado a leitura, estou com a sensação de quero mais.
Sophie Jordan escreve muito bem. Seus relatos sobre a nostalgia de Jacinda, a descrição de como era sua vida como draki, parecem reais, como se Sophie tivesse experimentado tudo isso. Achei interessante também ela ter criado duas irmãs gêmeas, que queriam coisas tão diferentes. Tamra ansiava pela vida normal de uma garota qualquer, fazer teste para líder de torcida, sair com garotos e ser popular, enquanto Jacinda queria salvar seu dragão, voar e cuspir fogo. Ambas têm seus momentos egoístas, mas achei interessante que na realidade, no gundo do coração, não há uma rivalidade entre elas. Elas se amam, mesmo Tamra amando o rapaz para quem Jacinda foi prometida.
Fiquei fascinada pelo mundo dos dragões, essas criaturas que nunca me chamaram a atenção. Seu sangue com poder de cura, suas pedras preciosas com as quais eles têm uma ligação quase de alma, sua cultura... tudo isso, que eu achava que me faria não gostar tanto do livro, foi o que na verdade o enriqueceu e o tornou ainda mais belo. Parabéns para Sophie pela escolha do tema.
Parabéns também à Ed. Agir pela capa e pelo detalhe em alto relevo nos olhos de "Jacinda". Acho que a capa americana não tem esse detalhe e já ouvi pessoas comentando que sentiram falta desse capricho, e a Agir não deixou passar. Ponto para ela!
A continuação desse livro se chama Vanish e o título faz bastante sentido. Aguardo ansiosa por ela, afinal, o gancho das últimas páginas do livro me deixou bem empolgada!

Quantas estrelas: *****

Tem uma trilha sonora? Achei a letra e a melodia "sofrida" de In the Light da banda Full Blown Rose bem legais para Firelight.



9 comentários:

Laisinha Mitsuki testemunhou...

Oi Bia!
Eu estava desanimada para ler esse livro exatamente por causa do tema: dragões.
Mas acabei de encomendar um pelo submarino por causa da sua resenha!

Amei!!!

Bjs

Débora Lauton testemunhou...

Não estava pensando em ler esse livro, mas sua resenha despertou minha curiosidade... com tantas histórias sobrenaturais, acho que essa vem para inovar...

beijos,
Dé...

Raquel Machado testemunhou...

Oi,
Desde a primeira vez que vi esse livro desejei le-lo como você e acabei comprando ele mês passado estou louca para começar e só me empolguei com essa sua resenha como você achei a história super diferente e fiquei bastante entusiasmada e conhecer ela. O detalhe da capa realmente é muito lindo ne???Assim que ler venho te contar o que achei. Bjks
Raquel Machado
Leitura Kriativa

Caline testemunhou...

Oi Bia, essa é a primeira resenha que leio sobre esse livro. E fiquei bastante empolgada. Se antes já queria muito, agora então estou anciosa para poder começar a leitura.

Bjs.

Naniedias testemunhou...

Ah, amei sua resenha!!! É a primeira que leio do livro em versão nacional =) E, confesso, adorei!!!

Luana Farias testemunhou...

estava pensando que eu nunca li livros de dragãos é sério, todo mundo já leu um mas eu não, tenho que ler.

Bjs

­Nanda testemunhou...

Amei sua resenha *-* Já estava com muita vontade de ler esse livro porque acho a capa maravilhosa e agora a história me parece ser melhor ainda :DDD

Beeeijos, nanda
www.julguepelacapa.blogspot.com

Neny testemunhou...

Ele vai ser um da minha proxima compra, não vejo a hora de ler, beijos.

Daniela Tiemi testemunhou...

Vi mtas resenhas por aí criticando o livro. Fico feliz em ver uma elogiando. Acho q vou comprar e tirar minhas conclusões, certo?! rs.
A cap é mto bonita, e da continuação então, mais bonita ainda!rsrs.
Gostei da música.
Bjo.

DÊ SEU TESTEMUNHO...