Uma Vegetariana no Açougue - Tara Austen Weaver

Postado por Bia Carvalho

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

"Eu me pergunto: se todos os consumidores de carne fossem obrigados a assistir a um abate, será que uma determinada porcentagem de nós não repensaria o gosto pela carne?"


A História: Tara veio de uma família de vegetarianos, e sempre se manteve firme a suas convicções de não comer carne. Até o dia em que ela se vê obrigada a ir contra seus princípios por causa de um problema de saúde que a impedia de emagrecer e lhe enfraquecia de uma forma tão intensa que mal a deixava fazer exercícios. A solução para esse problema? Comer carne!

Mas Tara não quis se tornar qualquer consumidora de carne. Ela quis experimentar várias maneiras de prepará-la, quis estudar suas origens, a maneira como os animais eram tratados, como o abate era feito e etc...

Nessa sua jornada, acabou cruzando com vários tipos de pessoas e modificando suas próprias crenças e hábitos, tentando encontrar suas próprias preferências para equilibrar saúde, prazer e conscientização.

Minha Opinião: A principio, bem no início da leitura, achei que se tratava de uma espécie de biografia com toques de chick-lit (que eu confesso que são dois gêneros de literatura que não estão na minha lista de preferências), todavía, ao longo da história fui me envolvendo com as "trapalhadas" de Tara, me sentindo da mesma forma que ela sobre certas teorias e me comovendo com algumas práticas com as quais eu não concordo.

A escrita de Tara, seu relato sobre suas próprias aventuras, é simples, gostoso e flui de uma maneira tão divertida, que por mais que muitas vezes ela esteja descrevendo cenas bem tensas como o abate, você não se sente incomodado. A autora sem dúvidas é uma excelente contadora de histórias.

Acho que um dos meus maiores sonhos era me tornar vegetariana como Tara era no início. Sou completamente defensora dos animais e queria poder perder esse vício horrível. Mas infelizmente ainda não fui forte o suficiente, pois eu adoro um bom churrasco. Ponto negativo para mim. E esse livro me fez ter ainda mais consciência do quanto é desumana a maneira como esses animais são tratados. Sem dúvida eles mereciam algo melhor do que essa sobrevida que lhes é oferecida, quando já são criados para morrer e ir parar em uma panela.

Gostei muito do livro e recomendo! Leitura leve, sem pretensões, mas que nos faz pensar!

Quantas estrelas: ****

Tem uma trilha sonora? Dessa vez não vou escolher nenhuma música porque o livro é verídico e tem uma "moral" muito forte. Fica para a próxima!


---


E fiquem ligados nos próximos lançamentos da Ed. Pensamento-Cultrix!

CULTRIX:
- A Galeria da Fama dos Cientistas Malucos
- Parentonomics

SEOMAN:
- 127 Horas
- Depois do Escorpião

PENSAMENTO:
- Estimulando a Espiritualidade nas Crianças

8 comentários:

romancesinpink.com.br testemunhou...

Bia, eu me sinto como você. Também gostaria de ser vegetariana, teve uma época que consegui durante um mês, mas meu marido adora carne e começou a me sabotar. :(

Gostei muito da sua resenha.

Ana Paula Medeiros testemunhou...

Oi. Tem selinho para você no meu blog.
http://diario-da-leitura.blogspot.com/2011/02/oba-mais-um-selinho.html
Bjs.

Renata testemunhou...

Oi Bia!!
Eu achei o titulo desse livro super interessante e já estava a fim de conferir, depois da sua resenha a vontade aumentou.
bjs

Naniedias testemunhou...

Eu não sei porque, mas esse livro me causa certa estranheza... mas gostei da sua resenha - adoro livros divertidos que nos fazem rir!!!

Caline testemunhou...

Eu simplesmente sou viciada em carne e por mais cruel que seja o abate desses animais eu nao consigo me comover o suficiente para virar vegetariana.

Acho muito legal as pessoas que são.

Andrea testemunhou...

Oi Bia,

Achei a idéia do livro bem interessante e acho que vou dar para uma amiga minha (ela é vegetariana nível 2 - não come carne, nem nada que vá leite ou ovos).

Bjos,
Andrea
http://literamandoliteraturando.blogspot.com/

DÊ SEU TESTEMUNHO...