O Despertar da Meia-Noite - Lara Adrian

Postado por Bia Carvalho

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

"- Onde está sua verdade agora, guerreiro?
Tegan forçou uma risada, escutando o som grave na garganta.
- Já avisei você uma vez, mulher. Está brincando com fogo. Não serei cavalheiro o bastante para avisá-la outra vez."
Pág. 118

Editora: Universo dos Livros
Páginas:358
Série: Midnight Breed #3
Faixa etária: 18+
Onde comprar: Saraiva

Para ler a resenha de O beijo da meia-noite, clique AQUI
Para ler a resenha de O beijo escarlate, clique AQUI

A História: Tegan é o guerreiro mais letal da Ordem. Desde que perdeu sua companheira, há muitos anos, vive nas sombras, escondendo-se de sentimentos e emoções. Até conhecer Elise.
Elise é uma Companheira de Raça, viúva, que perdeu seu filho adolescente há pouco tempo para o grupo de Renegados. Ansiando por vingança, Elise caça esses vampiros inimigos, usando seu dom psíquico de ouvir pensamentos. Dom que apesar de ajudá-la em sua busca, pode estar matando-a pouco a pouco.
Unidos por um infortúnio do destino, Tegan e Elise se vêm em uma luta contra esses inimigos e contra si mesmos e a paixão desmedida que os acomete e que lhes pode ferir tanto quanto a morte.

Minha Opinião: Sou realmente fã dessa série. Como estou um pouco mais avançada nela do que em IAN, sinto uma espécie de carinho maior pelos guerreiros de Lara Adrian do que pelos vampiros de J.R. Ward. O que pode ser considerado uma heresia pelos fãs mais fervorosos do gênero. Contudo, Tegan e Elise, até agora, formaram o casal que menos me empolgou.
Vamos lá... não me levem a mal, eu gostei muito do livro, mas talvez estivesse com as expectativas muito altas depois da história de Dante, que me deixou muito, muito empolgada.
Tegan é realmente um personagem fascinante. Sombrio, torturado, letal, violento e sem piedade. Elise também não fica atrás. É uma mulher cheia de cicatrizes na alma, forte; uma guerreira apesar da aparência delicada. Entretanto, achei que o romance deles poderia render mais do que rendeu. Foram muitas idas e vindas e o momento da redenção total de Tegan, que era tão esperado por mim, aconteceu de uma hora para outra. Acho que a cena deveria ter sido mais emocionante, mais profunda. Bem, talvez eu esteja querendo demais.
Mas sabem qual foi o problema? Eu realmente acho que Lara Adrian errou ao compor este casal. Desde o livro de Dante eu torcia para que Elise tivesse um tórrido romance com Chase, seu cunhado apaixonado por ela. Imaginei cenas quentes e emocionantes, um mocinho protetor e dedicado. Não que Tegan não tenha feito bem esse papel, mas, bem... é coisa de escritora que adoraria reescrever os livros que lê.
As cenas das mortes causadas por Tegan também não são tão fortes quanto eu esperava. Todas deixam apenas a entender o grau de maldade que se escondia no coração de pedra do guerreiro. Talvez essa tenha sido a intenção da autora: chocar sem chocar demais. Eu queria ter sido mais chocada, mas tudo bem.
Sobre a escrita, continuo achando Lara maravilhosa. Há uma certa dose de poesia e frases metafóricas que muito me agradam. Além disso, as promessas das histórias que ainda estão por vir me deixam ansiosa pelos próximos volumes!

Quantas estrelas:

Vídeo: Escolhi My name do Shinedown pois tem uma aura parecida com a de Tegan; violenta e sombria.

8 comentários:

Elimar Machado testemunhou...

Caraca... Ninguém me dá essa série de presente? Gente, toda hora me deparou com uma resenha maravilhosa sobre esses livros. Não encontro uma promoção bacana para adquirir. Mas as vezes isso acontece Bia. A gente fica na maior expectativa em relação a um livro e aos seus protagonista e não emplaca na nossa cabeça. Você é escritora e sabe o quanto é difícil acompanhar a cabeça dos leitores. Mas como eu vi que vc não vai abandonar a série, ainda continuo na campanha "De Mignight Breed para a gordinha"... rs

camila testemunhou...

Bom amiga, eu não conheco a fundo nem os guerreiros
de Lara Adrian e nem os de JR Ward, mais digo que
sou louquinhaaaa para conhecer.. e só assim posso ter
uma preferencia né, por enquanto só fico encantada com
cada resenha que leio..
Não li sua resenha toda, quando cheguei na palavra
Morte de ... Eu parei.. Mais é pq quero me aventurar
nesta história!!

Beijos
http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

AGRIDOCE testemunhou...

Ai amiga, confesso que ainda nao fui apresentada nem aos vampiros de J R Ward nem aos guerreiros de Lara Adrian. Mas sua resenha me deixou com vontade de me apresentar a esses guerreiros. bjs
Eykler

www.aghridoce.blogspot.com.br

Renata testemunhou...

Oi Bia!!! Como esse é o próximo livro que vou ler dessa série, não li sua resenha. Porém fiquei mais que feliz em saber que vc deu 4 esrtelas para o Tegan. Acho este um dos guerreiros mais misteriosos da Ordem.
bjs

Verônica Sobreira testemunhou...

Esses cara são dez, sou suspeita. Boa resenha Bia. Gosto do Tegan, mas meu preferido é o Dante.

Liachristo testemunhou...

Oi Bia, adorei sua resenha. Eu tbm esperava mais deste livro, achei mesmo que seria no estilo do livro do Z de IAA, apesar das séries não serem parecidas, os dois guerreiros tem seus passados muito tempestuosos e eu fiquei bastante ansiosa pelo livro do Tegan. Apesar disto eu gostei do livro e adoro a série. meu guerreiro preferido e o livro até o momento é do Dante. Bjus
Lia Christo
www.docesletras.com.br

Cida testemunhou...

Oi Bia! Eu não li Ian ainda, mas parece que vou sentir mais afinidade com está série, acabei de ler a resenha do dois e depois esta, e achei muito boa mesmo.
Ótima resenha.

Bjos!
Cida

Biazinha testemunhou...

Eu vou ser bem sincera,li esses livros,mas eles se apagaram da minha mente,não sou tão fã.. sei lá... sabe quando um livro passa por você sem deixar nada,aconteceu com essa serie,vai ver foi como você falou,expectativas altas demais... eu até gosto deles,a Lara é um amor... mas... fica nisso sabe,sua resenha me fez ver que não sou a única a não babar muito pela série.

bjsss

Bianca

www.apaixonadasporlivros.com.br

DÊ SEU TESTEMUNHO...