Personal Demons "Pecado Original" - Lisa Desrochers

Postado por Bia Carvalho

segunda-feira, 22 de agosto de 2011


A História: Frannie Cavanaugh teve sua vida revirada quando um anjo e um demônio passam a fazer parte de sua vida; um deles inclusive se torna seu namorado.
Quando ela pensa que tudo está sob controle, substituem seu anjo da guarda, Gabe, por quem ela nutre uma espécie de amor confuso, por Matt, seu irmão morto há muitos anos.
E Matt tem que lidar com seu dever como protetor de Frannie e com um amor inesperado por uma garota muito misteriosa que pode inclusive chamar a atenção do apaixonado (e agora humano) Luc.
Além disso, novos demônios surgem, curiosos para saber como Luc se tornou humano, e também ansiosos por levá-lo de volta para o Inferno.

Minha Opinião: Eu gostei muito de Personal Demons I, como você pode ver na resenha que fiz AQUI. Mas o mesmo não aconteceu com o segundo volume da série.
Confesso que para chegar ao final do livro foi um parto. A história não desenvolvia, os diálogos foram muito mal desenvolvidos e as tramas fracas.
Senti muita falta de Gabe, apesar de gostar mais de Luc, pois este mudou completamente sua personalidade. De demônio sexy e perigoso passou para um apaixonado, grudento e protetor, mas que não deixou de ficar interessado em outra pessoa.
Na verdade, eu não consegui achar sentido para a existência desse segundo volume. Acho que a história de Personal Demons poderia ter sido concluida no primeiro livro, tanto que Pecado Original ficou um tanto quanto sem pé nem cabeça, um pouco descartável. Todos os elementos que eu menos gosto nesses livros "teen" estavam presentes neste livro e isso me cansou ainda mais. Senti falta do romance mais intenso entre Luc e Frannie e não me convenci com o personagem de Matt.
Posso dizer que encontrei muito poucos pontos positivos neste livro, o que é uma pena pois a série prometia.
Mesmo assim, não vou deixar de ler o terceiro volume, primeiro porque o fim deste deixou uma "promessa" que talvez salve tudo e, além disso, quero saber como essa história vai terminar, apenas espero que não me decepcione mais ainda.

Quantas Estrelas: **

Tem uma trilha sonora? Escolhi Dear Agony do Breaking Benjamin, primeiro porque o nome do grupo aparece no livro, e em segundo lugar, porque essa letra tem tudo a ver.



3 comentários:

João Victor testemunhou...

Oi ..

Ainda não li nenhum livro da série, mas também não estou "doido" para ler. Quero sim algum dia poder conferir os livros, mas não é prioridade no momento.
Concordo com você. É muito ruim mesmo quando um livro não desenvolve, nós ficamos naquela leitura "arrastada" :/

Gostei da sua resenha, sincera.

Beeijos,
João Victor
http://amigodolivro.blogspot.com/

Déborah Kretli testemunhou...

Gente que arraso essa capa. Adorei!
Mas gostei da sua opinião sincera. Não conhecia essa série não.

Beijos.
http://luzcameraacaoecorta.blogspot.com/

Débora Lauton testemunhou...

Ai que medo... estou com o primeiro aqui e vai ser lido em breve, mas não me empolguei com o segundo e a sua resenha me deu um frio na barriga...rss
Acho que a maioria dessas séries deveriam ser livros únicos, mas aí o autor decide esticar e pronto dá nisso... nada contra série e trilogias, mas as histórias tem que ter conteúdo, né??
beijos,
Dé...

DÊ SEU TESTEMUNHO...