Personal Demons - Lisa Desrochers

Postado por Bia Carvalho

terça-feira, 2 de agosto de 2011



"A questão é que para marcar a Frannie, preciso indiscutivelmente reivindicar a sua alma. Reivindicar indiscutivelmente significa mais que um pecado, a menos que esse único pecadoseja enorme - um pecado mortal."


A História: Frannie é uma garota de dezessete anos, possuidora de uma alma inquieta. Vivendo dividida entre o certo e o errado, entre o bem e o mal, sua vida vira de cabeça para baixo quando conhece dois rapazes completamente diferentes entre si.

Luc, ou Lúcifer, perigoso, atraente, que exerce uma atração enorme sobre ela; e Gabe, ou Gabriel, doce, sincero, que lhe desperta emoções nobres e puras.

Dividida entre dois sentimentos, ela nem imagina que está ligada a um demônio e a um anjo, ambos interessados em marcar sua alma para o inferno ou para o céu. Frannie também não sabe que é dona de um poder incrível, que poderá criar uma guerra entre os dois mundos, onde ela será o prêmio.


Minha Opinião: Eu andava meio desinteressada por livros. Até eu estava meio preocupada com minha demora para ler cada um. Mas, então, peguei Personal Demons e o devorei. Ai vi que tinha voltado ao normal.

Estava sentido falta da sensação de ficar acordada até tarde para ler um desfecho, ou de querer abrir o livro a qualquer hora. Não que esse tenha entrado para minha lista de favoritos, mas a história é envolvente, fácil de ler e interessante.

Achei o personagem de Luc fascinante. Além de ser sedutor, charmoso e perigoso, há uma particularidade dele e do texto que combinou perfeitamente com o tom da história. Luc reconhece as emoções de Frannie pelos cheiros que ela exala. Gengibre é luxúria, Chocolate, amor... e por aí vai. Dava gosto ler as passagens narradas por ele, a mudança em suas emoções quando passa a se importar com a garota. Foi legal ver esse conflito interno.

Odiei Frannie. MEU DEUS, que garota indecisa. Mais que isso... temperamental ao extremo, cheia de não me toques e de um estilo revoltadinha que eu não engulo.

Senti falta de alguns capítulos de Gabe. Seria interessante conhecer também seu ponto de vista, afinal, ele também é um personagem interessante e tem seu espaço na história. Quem sabe no próximo livro?

Por falar em próximo livro, na minha opinião, um segundo volume não seria necessário. Acho que essa história de todos os livros atuais fazerem parte de trilogias ou séries, passou a se tornar uma obrigação e muitas vezes estraga uma história que já estava concluída. Bem... tomara que isso não aconteça. (E olha que eu também escrevi uma trilogia!!!! hahahaha)

Aguardem a resenha do volume II, que eu lerei muito em breve.


Quantas Estrelas: *****


Tem uma trilha sonora? Angels and devils do Dishwalla.



5 comentários:

Renata testemunhou...

Oi Bia!!!
Adorei ler sua resenha. Não sei se vc se lembra, mas esse foi o livro que gerou muitos bate bocas na blogosfera.
Concordo quando vc diz que todo livro hoje em dia parece ter a obrigação de ser serie ou trilogia. E por diversas vezes encontramos livros sem conteúdo nenhum, apenas blá blá blá.
Bjs
PS: e aí, já sabe a data de lançamento do seu livro??? Esperando ansiosa.

Nataly Gonçalves testemunhou...

Tb concordo com vc, parece que todos livros precisam, ou tem necessidade de ser uma série e com isso as histórias acabam perdendo o rumo e ficando fracas.
Gostei da sua resenha! Eu tb já tive esse crise literária, na qual vc não consegue ler como antes, parece que a história não anda, é horrível, rs

Beijinhos

Bih Lima testemunhou...

Esse livro ta na minha lista de desejados, parece ser bem interessante...
Gostei da resenha e a música é bem legal...
Beijosss
Bianca,
Book mania
http://bookmaniablog.blogspot.com/

Tonks testemunhou...

Eu já li esse e a sequência. Gostei de ambos. É uma série que estou acompanhando. Sou Luc Team. kkkkk

bjokas

Débora Lauton testemunhou...

Troquei esse livro esses dias e ele acabou de chegar... vou colocar mais no topo da pilha...
As vezes bate um desânimo mesmo nas leituras, né?? Bom quando a gente encontra um livro que dá uma reanimada...
Você tem razão quando fala no caso das séries e trilogias... tem histórias que ficariam perfeitas só com um livro...
beijos,
Dé...

DÊ SEU TESTEMUNHO...