O Símbolo Perdido - Dan Brown

Postado por Bia Carvalho

domingo, 4 de julho de 2010


"- Seus olhos o deixaram cego - falou o decano, - Se o senhor visse com a ponta dos dedos, como eu, perceberia que esta caixa ainda tem algo a lhe ensinar..."

A História: Vocês conhecem Robert Langdon de outras aventuras. Ele é um professor de Harvard, especialista em símbolos (na verdade ele é especialista também em obras de arte, religiões, sociedades secretas e muitas outras coisas), que enfrentou os Illuminati e desvendou O código da Vinci em livros anteriores. Além de tudo isso, ele é claustrofóbico, tem medo de altura e não é exatamente um herói como aquele que estamos acostumados a ver. Mas ele sempre dá conta do recado e namora a mocinha no fim. Quase um Anti-James Bond.
Dessa vez, Langdon, se em uma encruzilhada quando é chamado às pressas até a capital dos EUA para uma palestra. Entretanto, o que ele não esperava, era que fosse mergulhar em mais uma trama louca, dessa vez envolvendo os maçons.

O Suspense: Mal´akh é um homem incomum. Coberto de tatuagens dos pés à cabeça, ele não tem piedade de ninguém para conseguir o que deseja. E para chegar a seu objetivo, ele precisa de um homem como Langdon, que o ajude a desvendar os Antigos Mistérios.
Ele atrai Robert até o Capitólio de Washington, onde nosso amado professor encontra a mão de um de seus grandes amigos, maçom do mais alto grau, presa ao chão, tatuada com símbolos que levam Robert a crer que aquilo é um convite. Um convite para mais uma noite tumultuada, cheia de descobertas que podem mudar totalmente a visão da humanidade sobre o mundo.

Minha Opinião: Dan Brown é um cara corajoso. Ele sabe que quando lança um livro novo, cujo personagem é Robert Langdon, vai criar espectativas enormes em seu público, especialmente porque seu best seller Código Da Vinci virou modinha e até mesmo quem nunca leu nenhum livro o tem na estante de sua casa.
O Símbolo Perdido é mais uma aventura muito interessante. Ainda não barrou a magistral obra do autor Anjos e Demônios, que é imperdível, mas ainda sim, prova que o autor tem uma capacidade quase sobrenatural de nos fazer quase acreditar que tudo que ele fala é verdade.
O que somente me incomodou nesse livro foram as passagens de auto-ajuda, a oficial da CIA (que aliás Dan Brown tem algo contra a polícia, não é possível - todos os seus agentes superiores são sacais) e algumas páginas de enrolação.
Mal´akh é o vilão mais Darth Vader do Dan Brown. Ele não tem piedade, não se importa com ninguém nem com nada. Sua única preocupação é consigo mesmo e com sua "missão". Ele é mau ao cubo!!!

Abaixo, para ajudar na leitura, vão algumas fotos dos monumentos, obras de arte e locais citados no livro:


A apoteose de Washington


Capitólio dos EUA



Quadro Melancolia I de Albert Dürer



Heredom


Quantas estrelas: ***

Tem uma trilha sonora? Sim, e perfeita para Mal´akh - A touch of blessing do Evergrey!!!

5 comentários:

MARCINHOW testemunhou...

Eu tenho o Fortaleza Digital, ainda não li, mas se gostar, compro outros livros do autor.

Amanda Figueiredo testemunhou...

Oi, Bia.
Obrigada por ter passado lá no blog, já estou seguindo o seu também. E também adorei.
Estou doida pra ler O Símbolo Perdido, amo os livros do Dan Brown. Até agora já li O Código Da Vinci, Anjos e Demônios e Fortaleza Digital. São todos ótimos.

Beijos. :*

andreia inoue testemunhou...

eu li e gostei muito mesmo do simbolo perdido,ele eh o meu terceiro predileto entre os do dan,pq o anjos e demonios e o codigo sao insuperaveis.
:D
beijao.

La Sorcière testemunhou...

Livro bom demais, mas para mim, não bate o insuperável Código da Vinci!
Bj
Alê

DÊ SEU TESTEMUNHO...