Vítimas do silêncio - Janethe Fontes

Postado por Bia Carvalho

sexta-feira, 25 de junho de 2010

"Quando ele enfim saiu do quarto, ela levantou e cambaleou para o banheiro, com um filete de sangue escorrendo por uma das pernas. Porém, anestesiada pelo choque, ela quase não sentia dor, apenas vergonha, muita vergonha..."

A História: Margarida é uma jovem linda, inteligente, com um futuro promissor e uma terrível mágoa. Ela foi violentada sexualmente. Desde esse terrível acontecimento, a vida da moça muda de uma maneira brusca e ela se vê praticamente sozinha para enfrentar seus problemas e seus próprios traumas. Mas ela sabe que quem fez isso com ela, não irá parar... e ela precisa agir, antes que mais pessoas sofram o mesmo que ela sofreu, antes que seja tarde demais.

O Romance: Depois de ser enganada novamente e com um filho na barriga, Margarida decide tentar a sorte em São Paulo e é lá que ela conhece William, um jovem revoltado com a própria deficiência, pois ficou paralítico depois de um salto de paraquedas. Guida, é a única que muda a vida desse rapaz, fazendo-o ter esperanças novamente e lutar para ter uma vida normal, apesar de seu problema.

Minha Opinião: Exatamente como a autora diz no epílogo do livro, Vítimas do Silêncio é uma obra de ficção, mas infelizmente poderia ser uma história de qualquer pessoa que conhecemos. É angustiantemente (nem sei se essa palavra existe mesmo, mas foi a mais adequada aos meus sentimentos por esse livro) verídica e um alerta para todas as pessoas que sofreram ou que possuem alguém na família com o mesmo problema. Não há como ficar em silêncio quando isso acontece. Um homem que pega uma mulher à força, que rouba sua dignidade, que a machuca de uma forma tão cruel, merece cadeia SIM! Não importa quem ele seja... um pai, um padrasto, um namorado, um marido. Sexo deve ser compartilhado, deve ser feito com consentimento, é para ser maravilhoso para AMBAS as partes. Ninguém pode obrigar alguém a isso. Senão, se fosse algo normal, serviria apenas para a reprodução e não para prazer, para deleite.

Eu sinceramente, não consigo entender como alguém doentio pode sentir prazer com a dor e o medo de alguém, exatamente como no livro. Janethe retratou isso de uma forma muito inteligente, com um livro de linguagem simples, mas com uma mensagem intensa, feita para refletirmos.

Temos pena e ao mesmo tempo orgulho de Guida. O estupro, ao invés de torná-la uma mulher fria ou repleta de lamentações, a torna uma pessoa mais forte, intensifica seus ideais e a amadurece de uma forma sofrida. Apesar da vergonha e da desconfiança, ela se permite apaixonar e acaba tendo uma vida sexual normal após isso, mas quantas meninas acabam ficando traumatizadas pelo resto da vida? Quantas perdem a confiança no sexo oposto? Quantas perdem a vontade de serem amadas de verdade? Isso é justo? Não! Portanto, nenhuma mulher deve ser vítima do seu próprio silêncio...

Parabéns à Janethe por ter escrito uma obra corajosa e que deveria ser lida por TODOS, especialmente pelos homens, para saberem o que uma mulher pode sentir ao ser tocada sem permissão.

Ah! Vale ressaltar que o livro tem 187 páginas e eu o li em 2 horas, dentro do ônibus enquanto voltava para casa!

Quantas estrelas: *****

OBS: Acho que em respeito a uma obra séria e com uma mensagem tão válida, não vou escolher uma trilha sonora. Espero que a Janethe não se importe :).

4 comentários:

Lua Marangoni testemunhou...

Uau! Nossa, sem ler o livro já estou pensativa sobre o assunto. Esse tipo de abuso sempre foi meu maior medo! Tbm nao consigo entender como alguem sente prazer sabendo que a mulher/ ou meninos (pois hoje em dia acontece demais) está sofrendo e odiando tudo aquilo. Mente doente, pessoa má. dá nojo de um ser assim. É por atitudes desse tipo que muitas vezes sinto vergonha de ser um ser humano.

Obrigada pela dica.

Beijos

Wanessa Oliveira testemunhou...

GENTE DO CÉU, vc lê mt rápido
olhos de flash!!!!!
hehehe, parece ser legal o livro...
Nunca vi livros dessa escritora, vou add na minha pink list, hihi
bjo, Wanessa
http://diadebrilho.wordpress.com/
Vem ver o post novo no @diadebrilho

Fernanda testemunhou...

Parece ser um livro bom... mas o tema é forte! Não sei se tenho fôlego pra ler algo assim...

Bjoos! :)

Deze testemunhou...

Querida!
Tem selo pra você no meu blog!

http://culturefreake.blogspot.com/2010/06/selo-premio-dardos.html

Beijos
Deze

DÊ SEU TESTEMUNHO...