Desejo Sombrio - Christine Feehan

Postado por Bia Carvalho

terça-feira, 20 de novembro de 2012

"Você viu meu lado escuro, a besta que luta para me controlar, e ainda assim continuou aqui. Talvez aquela prisão tenha destruído tuso que eu era originalmente. Talvez agora eu já nem saiba quem sou. Mas sei que preciso de você..."
Pág. 138

Editora: Universo dos Livros
Páginas: 422
Série: Os Cárpatos #2
Faixa etária: 18+
Onde comprar: Saraiva

A História: Jacques é irmão do rei dos Cárpatos, uma raça similar à dos vampiros, que precisa se alimentar de sangue para sobreviver, não pode se expôr à luz do sol e possui alguns sentidos mais aguçados, como força, velocidade, audição e etc...
Jacques foi capturado há sete anos e enterrado vivo, com uma estaca de madeira perfurando seu coração. Em seu cativeiro, ele jurava vingança, mas seus pensamentos eram povoados por uma mulher. Uma linda mulher, médica, que parecia ser a causadora de todo o seu sofrimento... Mas ao mesmo tempo era sua salvação, pois enquanto suas mentes estavam conectadas, ele conseguia manter sua sanidade.
O que ele não pensava era que esse encontro, que aconteceria algum tempo depois, podia ser mais perigoso e definitivo do que ele imaginava.

Minha Opinião: Seguindo a linha das séries IAN e Midnight Breed (ou melhor, essas séries é que se basearam em Os Cárpatos), Christine Feehan segue com sua saga. Com um livro bastante "teórico", com cenas muito centradas nos dois protagonistas, ela nos apresenta Jacques, um anti-herói torturado e violento, com uma alma possessiva e mandona, que irá conquistar boa parte da mulherada.
O início da trama é extremamente angustiante. Temos noção de todo sofrimento de Jacques, por ser enterrado vivo e não poder morrer. Na verdade, ele lutou para sobreviver, apenas sustentado por sua sede de vingança.
Da mesma forma como aconteceu no primeiro, a história de Jacques foi contada de uma forma bastante lenta. Neste volume, por exemplo, mais da metade do livro (que é bem grossinho), se passa com diálogos telepáticos entre o citado cárpato e a mocinha, Shea. Não há como se sentir entediado, apesar de não haver grandes reviravoltas durante esta parte, pois as batalhas verbais entre eles são muito interessantes. Ambos são personagens fortes, com traumas do passado e possuem uma forte atração sexual, que Shea tenta negar, mas que rende cenas extremamente sensuais  e quentes. Além do mais, como já mencionei acima, Jacques é o típico mocinho desse tipo de livro, mas ele consegue extrapolar na possessividade. O que, claro, torna o livro ainda mais "quente".
A aparição dos outros personagens, que já havíamos conhecido no primeiro livro, é sempre um bálsamo nesse tipo de série. É interessante rever Mikhail e Raven, perceber a evolução de seu relacionamento e sentir o gostinho do que pode acontecer nos próximos livros. Aliás, estou ansiosa pelo de Gregori.
Apesar das cenas mais "monótonas", os longos diálogos e narrativas explicativas, o livro não é cansativo, e eu o devorei em pouco tempo. Creio que essa seja uma característica da autora, então, comece a leitura preparado para isso, que você irá apreciá-la muito mais. Vale a pena.

Quantas estrelas:
Vídeo: Lembrei de uma música muito sensual da Madonna: Forbidden love, que acho que cabe perfeitamente neste livro.

8 comentários:

Renata testemunhou...

Oi Bia!!
Apesar do número imenso de criticas eu ADOREI o primeiro livro e pelo que li na sua resenha esse fato se repetirá.
Louca para ler.
bjs

Débora Lauton testemunhou...

Eu adorei esse livro... agora sim a série começou a me interessar!!
Adorei o Jacques, mas agora estou hiper curiosa pela história do Gregori...

beijos,

camila testemunhou...

Eu gostei da resenha Bia, mais vou passar esse livro e essa série. hehe primeiro tenho que dar conta dos outros.. São tantos... E fiquei meio receosa quando falou que é meio entediante no começo, isso me deixou com ´pé atras..

beijos
http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

Lia Christo testemunhou...

Oi Bia, eu não gostei do primeiro livro, não consegui gostar, não sei se pela tradução, pelos erros de revisão ou pela história mesmo. Mas, caso tenha oportunidade, darei uma chance a este, quem sabe ele me fisga?
Lia Christo
www.docesletras.com.br

AGRIDOCE testemunhou...

Oi bia, gostei da sua resenha. apesar de conhecer a série e ainda nao ter lido nada do IAN ( confesso minha culpa)é um estilo que me cham a tenção, mas você falar que é entendiante... vou deixar mais pra frente. Mas provavelmente vai pra lista. bju
Eykler
www.aghridoce.blogspot.com.br

Verônica Sobreira testemunhou...

oi, Bia, gostei da resenha você disse que fez de qualquer jeito? rsrs... Eu amo a série Cárpatos e realmente as outras vieram na esteira dela. Gosto demais de Desejo Sombrio, apesar do "didatismo" da Christine Feeham, ela por vezes é muito descritiva mesmo, mas são caracterísitcas de grandes autoras. A nossa diva Nora Roberts é muito assim na série Mortal, já percebeu? rsrs..
Bjão

Elimar Machado testemunhou...

Conheci a Série Cárpatos por acaso, num grupo do falecido Orkut. Minha única crítica a série é que se eles continuarem devagar desse jeito aqui no Brasil, só vou ler ela inteira quando estiver me aposentando... kkkkkkkkkkk

Lih_maria testemunhou...

Nossa adoorei *-*
eu realmente preciso dessa coleção !!
mto fodah !
Bjos
http://www.chacombolacha.blogspot.com.br/

DÊ SEU TESTEMUNHO...