A Dama da Ilha - Patricia Cabot

Postado por Bia Carvalho

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011


Título Original: Lady of Skye
Editora: Ed. GEssência
Páginas: 317
Onde Comprar: Saraiva

A História:
Reilly Stanton, o marquês de Stillworth, abandona sua vida confortável em Londres para se tornar médico da pequena ilha de Skye, na Escócia, apenas para provar para sua noiva que sua carreira de médico não é apenas um capricho, mas uma escolha séria.
Chegando lá, ele apenas não contava com o motivo pelo qual o anúncio do cargo havia sido posto. O Lorde Glendenning queria tirar a jovem Brenna Donnegal de seus ofícios como única médica da ilha, pois desejava se casar com ela. O que Reilly não imaginava era que Brenna fosse uma linda mulher, extremamente competente e muito sensual. Porém, possuía estranhas manias de visitar o cemitério à noite, mexer na terra e fazer algumas anotações. Seria ela louca?
Sendo louca ou não, nada iria impedí-la de encontrar uma explicação para o surto de cólera que assolara a população da ilha no ano anterior, e caberia a Reilly ajudá-la ou julgá-la como muitos faziam.

Minha Opinião: Eu sempre vivi em uma sina de amor e ódio com romances históricos. Quando eu era mais nova, amava-os e eram até os meus preferidos, mas depois de algum tempo, li vários em sequência dos quais não gostei nem um pouco. Contudo, acabei de me redimir com eles: "A dama da ilha" é excelente!
Aliás, meu pé atrás com esse livro não era apenas por ser histórico, mas por ter sido escrito por uma autora que nunca me surpreendeu nem me interessou muito. Mas isso também mudou com esse livro.
O casal protagonista é divertidíssimo e o mesmo posso dizer dos coadjuvantes. Brenna é uma mulher que foge aos padrões da época, ela usa calças, deseja exercer a medicina com paixão e não se importa com o que pensam dela. E é tudo isso que encanta Reilly. Ele, por sua vez, é um homem que vai amadurecendo ao longo da trama, que começa a se comover com os problemas da ilha, começa a gostar de coisas e pessoas simples daquele lugar. Além disso tudo ele é corajoso e justo. Claro que o amor entre eles seria inevitável, ainda mais que eram como água e óleo, viviam às turras, e confesso que esse é o tipo de romance que eu mais gosto.
Nunca imaginei que uma escritora conhecida por seus livros "teen" pudesse descrever cenas tão sensuais. Mas o livro não é apenas permeado por isso, o romance é bem construído, crível e fofo. Bem, essa seria a palavra certa.
Algumas questões mais sérias também são tratadas para dar uma"quebrada" na comédia: violência contra a mulher, a epidemia de cólera, o papel da mulher na sociedade daquela época, dentre outros. Para mim, isso fez toda a diferença.
Fiquei feliz em ter dado uma chance a esse livro, e com certeza verei Patrícia (Meg) Cabot com outros olhos.

Sobre a autora: Patrícia Cabot é o pseudônimo da escritora Meg Cabot. Foi como Patricia que ela assinou seus primeiros livros, nos anos 1990. Apesar de não escrever mais com esse pseudônimo, seus livros sob essa alcunha continuam a ser traduzidos para vários idiomas e a atrair milhares de fãs.

Quantas estrelas:
Vídeo: Não é a música perfeita para esse livro, mas acho que de alguma forma combina: Good Enough do Evanescence.



6 comentários:

Daniela Tiemi testemunhou...

Nossa, q bom q gostou! Vou colocar na minha listinha de compras. Já li outras livros da autora neste estilo e gostei de todos. rsrs.

Bjo.
www.livrosfilmesemusicas.com.br

Thais Priscilla testemunhou...

Não sou muito chegada a romances históricos mas esse eu fiquei interessada. Eu não sabia desse livro da Meg e fiquei de queixo caído durante toda a leitura da sua resenha. Ainda não li nada da Meg com o pseudônimo e, mesmo sendo mais adulto, ainda morro de vontade de ler *-*

Beijos,
Thais P.
http://thaypriscilla.blogspot.com/

Sora Seishin testemunhou...

Oi Bia!!
Eu gosto bastante de romances históricos, mas desse tipo, onde a mocinha é pra frente de seu tempo. Acho que isso é uma característica dos romances da Patricia (Meg), pois os outros 2 dela que li também são assim.
Quero ler esse :)
Beijos,
Sora - Meu Jardim de Livros

Gabi testemunhou...

Nossa Bia,
sou apaixonada por romances históricos e confesso que essa capa me 'pegou'.
NUNCA ouvi falar nesse livro... Não gostei muito dos outros históricos escritos por ela.

Será que vou me surpreender???

Beijos

Gabi - Romances e Leituras

Luciana Apaixonada por Romances testemunhou...

Oie, Bia.

Eu adoro os romances históricos e estou muito interessada para ler esse livro da Meg *-*

Beijos e até a próxima visita ^^
http://www.apaixonadaporromances.com.br/

Giselle da Silva testemunhou...

Desde que li o aprendendo a seduzir da Meg Cabot, eu fiquei apaixonada pelos romances dela, ja li quase todos, ate mesmo os que ainda nao foram lançados aqui no Brasil, eu necessito desse livro Lady of Skye *-*

DÊ SEU TESTEMUNHO...