Elixir - Hillary Duff

Postado por Bia Carvalho

quarta-feira, 15 de junho de 2011


"- Lembre-se, Clea - ele me disse -, tirar fotos é uma grande responsabilidade. Várias culturas acreditam que as fotografias capturam a alma das pessoas"


A História: Clea e sua câmera eram inseparáveis. Juntas, elas conseguiam captar lugares, emoções, memórias e um homem... um homem que Clea não conhecia, mas que parecia estar presente em todos os lugares onde ela também estava e principalmente em seus pensamentos.
Ao descobrir esse homem atraente e misterioso em suas fotografias, ela passa a ter sonhos constantes com ele. Sonhos em diferentes épocas, diferentes situações, mas tão vívidos que podiam ser reais.
Sem saber se ele era um anjo ou um demônio, o bem ou o mal, Clea descobre que ele estava ligado ao desaparecimento de seu pai. E que apenas ele podia levá-la a um segredo de muitos e muitos anos, a uma ligação mais forte do que a morte.

Minha Opinião: O ser humano é um bicho engraçado! Confesso que eu quis muito, mas muito ler esse livro primeiro porque a história parecia ser interessante, mas principalmente para "verificar" se uma garota de Hollywood podia criar uma trama convincente e que me prendesse. Hillary Duff fez mais do que isso. Ela me impressionou.
Criar um enredo legal, imaginar uma história em sua cabeça é fácil, mas dar continuidade, usar frases e diálogos certos é bem mais complicado. E a loirinha conseguiu isso com maestria.
Fiquei encantada com as teorias criadas e a maneira como foram utilizadas. Ainda que nada tenha ficado muito explicado e o fim me tenha feito arrancar fios e fios de cabelo, não há como negar que ela fez um trabalho muito profissional.
Claro que o livro conta com seus clichês. Clea tem seus problemas que a fazem ser mais madura, tem a amiga alegre, louquinha, mas que a ajuda nas horas mais difíceis, tem o amigo apaixonado que nunca declara o amor, mas que ainda atrapalha o casal principal... isso tudo é muito comum em livros de YA. E confesso que cansa um bocado. Pelo menos o livro de Hilary não tem cenas High School que aff... me irritam. Apesar de tudo isso, clichês são como uma rotina... por mais que você fique entediada com eles, são gostosos às vezes. E realmente não me incomodei com os que encontrei.
Além disso, tenho que comentar que a capa é linda. Adoro flores e a que está na capa tem tudo a ver com a história. Tudo bem que tem uma foto enoooorme da autora/atriz/cantora/estilista/ativista (...) na contracapa, mas ela é bonita e pode fazer isso. Ah, a textura é igual a de Fallen, emborrachada.
Uhul Hilary Duff, vai fundo!!!! Você é uma ótima escritora!

Quantas estrelas: *****

Tem uma trilha sonora: Sim! Temples of Gold do Kamelot. Uma das músicas mais lindas que eu conheço. Combina com Sage.

9 comentários:

Naniedias testemunhou...

Hahahah Achei bem engraçado você dizer que queria ver se a autora (que é uma atriz famosa) seria realmente capaz de criar um bom livro >.< Confesso que achei engraçado =) Não tinha pensado nesse ponto ^^ hehehe
Elixir parece um livro bem legal - quero muito ler!!!

Ana Carolina testemunhou...

Nossa! Eu nem sabia que esse livro tinha sido lançado no Brasil... to por fora mesmo!
Acho a Hilary linda, mas como atriz e cantora... agora com sua resenha, fiquei curiosa para saber se ela é boa escritora.

Bjs

Julia G testemunhou...

Bia, toda resenha que leio desse livro me dá ainda mais vontade de lê-lo.

Parabéns pelo blog, muito legal.
Estou seguindo!

Beijos
http://conjuntodaobra.blogspot.com/

Jaine testemunhou...

Ah, eu ja adoro a Hilary cantando e atuando vamos ver como ela é como escritora neah..
A História em si é bem interessante, espero lê-la em breve.

Beeijos
Jaine - Little things

Nanda testemunhou...

Ei Bia,

Ai que resenha, eu já estava doida para ler este livro só pela capa e agora estou muito curiosa para conhecer a história. Ainda não tinha lido resenha sobre ele, só vi o pessoal divulgando o lançamento. Amei =]

bjo
Nanda

Renata testemunhou...

Oi Bia!!
Foi muito bom saber sua opinião e melhor ainda saber que ela foi positiva.
Confesso que estava sendo quase 100% preconceituosa, pensando que ela não daria conta de criar um bom livro.
Pelo jeito vou ter que morder a lingua.
A capa como vc achei LINDA!!!!
beijos

Sora Seishin testemunhou...

Oi Bia!
Eu também fiquei curiosa para saber se uma atriz/cantora poderia ser escritora... Ainda não li o livro, mas quero muito!
Beijos

Olivia testemunhou...

Fui para o evento desse livro Domingo. Não tava colocando muito fé nele não, principalmente por puro preconceito com a Hilary, mas depois do evento e da sua resenha, acho que vou tentar ler depois. Quem sabe ela me surpreenda. Porém, esses clichês que você mencionou também me irritam. Será que conseguirei sobreviver a eles? hehehehe
ótima resenha como sempre
bjs
Liv
http://paponosense.blogspot.com

DÊ SEU TESTEMUNHO...